Ano recorde de 2017 para EAS

A EAS apresentou resultados surpreendentes no seu caminho para uma maior globalização

 

Resultados da EAS de 2017

Mesmo antes do final do último trimestre de 2017, a equipe vendas da EAS conseguiu um valor de cerca de 12.500.000 €. Após uma queda no segundo e terceiro trimestres de 2016, a EAS surpreendeu amigos e inimigos fechando o ano com números surpreendentemente elevados. Antes do início de dezembro de 2017 já superava esses números. A contribuição para o crescimento veio de todas filiais, todas realizando um aumento na recepção de pedidos relativamente ao ano anterior.

O maior crescimento (+ 50%) foi alcançado pela EAS China. As primeiras mesas de troca de moldes de nossas linhas de produção locais foram vendidas no mercado interno. São previstos projetos mais interessantes no futuro próximo. Para intensificar o esforço de vendas asiático, no ano passado, nossa força de vendas foi duplicada. Um investimento que começa a apresentar retorno.

A EAS EUA, França, MED e Europa apresentaram melhores resultados, em comparação com 2016. Uma nova conta importante exigiu sistemas especialmente adaptados. Um desafio que colocou a sua pressão no nosso departamento de P&D, mas com um esforço excepcional estivemos à altura de nossa reputação, oferecendo uma solução QMC finalizada com controles totalmente integrados para múltiplas marcas de máquinas de moldagem por injeção.

Com uma ação concertada com nossos distribuidores europeus aumentamos o volume de negócios na Inglaterra e na Bélgica.

E, por último, mas não menos importante, a EAS EUA registou um enorme progresso. Um sistema de carregamento horizontal completo foi vendido em dezembro de 2016, seguido rapidamente por um segundo no início de 2017. Juntamente com fortes vendas de multi-acopladores, realizamos um importante avanço no potencial de vendas norte-americano.

Thierry Pastor, vice-presidente e diretor de operações referiu: “Levar essas mesas de troca de moldes a nossos clientes a tempo tem sido um enorme esforço este ano. Começou com um departamento de engenharia sobrecarregado, levou nosso departamento de gerenciamento de materiais ao máximo e exigiu muitíssimo de nossos gerentes de projeto. Obrigado a todos os envolvidos no sucesso desses pedidos e por fazerem nossos clientes felizes!”

Uma maior globalização

“A expansão é uma das coisas mais difíceis de gerenciar para uma empresa. Depois de solucionar alguns problemas provocados pelo nosso forte crescimento em 2015 e no início de 2016, decidimos garantir a estabilidade financeira e, portanto, a estabilidade do trabalho”, explicou Vincent Nijzink, CEO da EAS change systems. E, prosseguindo: “O nosso sincero agradecimento a todos os membros da equipe por seu tempo e esforço e irem mais além para colocar todos os pedidos a tempo”.

Com tudo isso em mente, é claro que não ficamos parados nos assuntos de funcionários. Ao longo do ano, adicionamos novos cargos: equipe de engenharia na Holanda e na França, um técnico de serviços nos EUA, um planejador logístico na Holanda e um engenheiro de compras na China.

Seguimos a implementação de um planejamento de engenharia em toda a empresa. Nossos engenheiros e desenhistas na China e na França assumiram muitos novos produtos e responsabilidades. Ao mesmo tempo, a padronização e as melhorias constantes aumentaram nossa flexibilidade e reduziram os tempos de engenharia. Tendo em conta a capacidade adicional em vários locais, isso deve resultar na redução de prazos gerais e um maior nível de serviço para nossos clientes.

No nível da Administração, em 2017, o vice-presidente Thierry Pastor mudou-se da China para a Holanda e o CEO, Vincent Nijzink, se mudou para os EUA. Este ano, fizemos enormes progressos no ajuste da forma como trabalhamos para um mercado dinâmico e em constante mudança.

2018

Para 2018, a EAS espera um maior crescimento. Os mercados globais são fortes e a automação está aumentando nos maiores mercados de crescimento global, como China, Índia e México. A organização continuará a expandir o pessoal comercial, em primeiro lugar e principalmente na Ásia e nos EUA, juntamente com uma expansão da capacidade de serviço. Os mercados QMC e QDC oferecem muitas oportunidades para a EAS. A P&D se concentrará na expansão de nossas linhas de produtos existentes, com desenvolvimentos necessários em mesas de troca de moldes/matrizes e carrinhos para fortalecer nossa posição competitiva.

Nossa nova sede nos EUA em Greenville, na Carolina do Sul, deve estar funcionando antes do final de março. A nova localização nos proporciona um excelente acesso a uma das regiões de crescimento mais rápido nos EUA e permite um acesso mais fácil ao mercado mexicano. O escritório em Milwaukee continuará como um escritório de vendas de onde a EAS servirá o norte dos EUA e Canadá.

 

Mais informação http://easchangesystems.com/about-eas

 

Leave a reply

Ano recorde de 2017 para EAS